Roteiro de Vinhos Pelo Brasil: 3 Regiões Que Você Deve ir!

O consumo de vinhos entre os brasileiros aumentou consideravelmente nos últimos anos. E cabe ressaltar que isso faz com que a população se interesse, cada vez mais, por produtos com o máximo de qualidade e até em estudar mais sobre o assunto.

Em contrapartida, as vinícolas passam a ser obrigadas a produzir artigos com cada vez mais atenção aos processos de fabricação e também ao relacionamento com os consumidores. Encontrou-se uma ótima forma de aproximação com os apreciadores da bebida: a visitação às fábricas e aos locais de armazenamento — o chamado roteiro de vinhos.

O post de hoje indica, para quem gosta de turismo e também quer degustar um bom vinho, alguns dos lugares imperdíveis para experimentar (literalmente!) um pouco mais desse encantador universo. Vamos lá?

1. Vale dos Vinhedos/RS — Rota 444

O conhecido Vale dos Vinhedos está situado a 120 Km da cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

Primeiro dia

A principal rota do vinho na região é a RS 444, em Bento Gonçalves, onde você pode iniciar a viagem. No caminho há ótimos hotéis, como os conceituados Villa Michellon e o Spa do Vinho, além dos concorridos restaurantes Sbornea e Mamma Gema.

Nessa rota, em apenas um dia é possível se deleitar com os vinhos Barbera e Teroldego, da vinícola Angheben; o Ancelotta, o Malbec e o Licoroso, elaborado com Merlot e Cabernet Sauvignon, da belíssima vinícola Don Laurindo.

Encerre o dia na moderna vinícola Almaúnica, que produz o exclusivo Reserva Syrah e um dos espumantes Brut Rosé mais deliciosos que você terá a oportunidade de experimentar em sua vida.

Valores e horários de funcionamento

Os locais citados funcionam de segunda a sábado entre os horários de 9h e 17h. Para a degustação, é cobrado o valor de R$ 30,00 por pessoa. Esse custo pode ser dispensado caso o cliente faça compras no local.

Aos domingos e feriados, as visitas e degustações precisam ser agendadas. Procure por mais informações sobre contatos e receptivos no lugar onde for se hospedar.

Segundo dia

Ainda na RS 444, você pode visitar a vinícola boutique Lídio Carraro em Bento Gonçalves. A ideia aqui é demonstrar um conceito purista de fabricação e comercialização de seus vinhos.

Seus principais produtos são: Tannat, Elos Touriga, Dádivas Chardonnay e o impressionante Grande Vindima Merlot. Tudo isso pode ser degustado sem custos, todos os dias da semana, entre os horários de 09h e 18h.

Por mais gostosos que sejam os vinhos da Lídio Carraro, guarde seu paladar para aproveitar também a Cave de Pedra. Quer fotos impressionantes? Esse é o local certo. Não existe, no Vale dos Vinhedos, uma vinícola mais charmosa do que essa.

Mas não é só a fachada de basalto, semelhante à de um castelo, que faz a visita valer a pena. Os vinhos da linha Adaga Egiodola e Marselan possuem aroma e sabor interessantíssimos.

Não há acesso aos vinhedos — apenas à degustação, que ocorre todos os dias das 09h às 18h e possui o valor de consumação mínima de R$ 45,00, o que inclui uma taça de cristal personalizada e um desconto de R$ 5,00 em qualquer produto.

Ainda no segundo dia, não deixe de conhecer a Pizzato e seu tradicional Merlot DNA99 — vinhos da primeira colheita do fabricante. Outras opções interessantes dessa vinícola são os característicos Fausto Verve Gran Reserva (híbrido de Cabernet Sauvignon, Merlot e Tannat) e o espumante rústico Pizzato Vertigo Brut Nature.

Por R$ 20,00, dos quais R$ 6,00 podem ser revertidos em compras, você pode aproveitar o local em qualquer dia da semana.

2. Vale dos Vinhedos/RS — Rota do Vinho Linha Leopoldina/Vila Trento

É possível percorrer essa rota como complemento da viagem pela RS 444, mas ela pode, perfeitamente, ser considerada um destino único. A estrada é bastante tranquila e com paisagens lindíssimas.

É nela que fica a Casa Valduga, uma das principais vinícolas do país, que produz espumantes que se comparam às marcas mais conceituadas do mercado.

O interessante é que dá para se hospedar no próprio local, com uma ótima infraestrutura para que você conheça todas as histórias e os sabores da região. Procure saber, também, a respeito das pousadas Gran e Leopoldina, caso não decida ficar na Villa Valduga. Consulte valores de hospedagens, cursos e demais atrações.

Outra opção de vinícola nessa rota é a exuberante Larentis, onde você pode desfrutar de um piquenique regado a ótimos vinhos, como o Ancelotta, o Teroldego e o premiado espumante Brut Charmat.

Tire um tempo para conhecer também as caves das vinícolas Marco Luigi e da aconchegante Peculiare. Há visitas e degustações gratuitas todos os dias da semana.

3. Rota de vinhos do Vale do Rio São Francisco

Não só de regiões de clima ameno, como a Serra Gaúcha, vive a produção de vinhos no Brasil. Situada no nordeste brasileiro, mais precisamente na fronteira entre Petrolina e Juazeiro, no estado de Pernambuco, a rota de vinhos do Vale do Rio São Francisco é riquíssima.

Lá você pode conhecer algumas das vinícolas mais conceituadas do nosso país (e até internacionalmente). O local onde as pessoas que desejam visitar as vinícolas da região comumente se hospedam é o Velho Chico Plaza Hotel, que facilita a questão da visitação aos locais.

Uma possibilidade é visitar uma das unidades da Miolo — que talvez seja a mais conhecida vinícola brasileira — e degustar gratuitamente seu famosíssimo Syrah, o Testardi. Outras opções são as instalações da premiada Rio Sol, onde você pode conhecer o fantástico Paralelo 8, além de seus deliciosos espumantes.

Não deixe de colocar em seu roteiro as também interessantes vinícolas Boticelli e Bianchetti.

Podendo plantar e colher uvas o ano inteiro, em função do sol intenso e da abundante irrigação do Rio São Francisco, você ainda duvida que os vinhos nordestinos são sensacionais? Aliada a isso, tem-se uma região linda como o Pernambuco, que faz com que essa rota seja realmente imperdível.

Tem mais algum lugar que você gostaria de sugerir para o nosso roteiro de vinhos? Então compartilhe com a gente deixando seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *