Inhotim: 9 dicas para você aproveitar ao máximo esse lugar

Inhotim: 9 dicas para você aproveitar ao máximo esse lugar

Entre tantos destinos interessantes para serem visitados em Minas Gerais, Inhotim, localizado em Brumadinho, destaca-se como um dos mais espetaculares museus de arte contemporânea do mundo. É impossível não se apaixonar e tem tudo para ser um passeio ou viagem perfeita.

Inhotim enche os olhos dos visitantes pelas instalações artísticas e também pela grande área verde, com jardins e lagos que fazem do espaço um lugar único. Para chegar é super tranquilo, os valores são acessíveis e os restaurantes muito agradáveis.

Você sai de lá certo de que quer voltar outras vezes, seja para curtir com a família, com a namorada ou com os amigos. Recomenda-se, aliás, que um dia é muito pouco para apreciar o local totalmente.

Neste texto, mostramos a história desse lugar incrível e, em seguida, damos 9 dicas valiosas para você aproveitar o que tem de melhor em Inhotim. Acompanhe!

O que é Inhotim?

O Instituto Inhotim é uma mistura de museu de arte contemporânea com o jardim botânico. O espaço reserva e evidencia a arte com espécies naturais de todo o planeta. Tudo é integrado de uma forma extremamente harmônica e passa a impressão de que as obras de arte sempre estiveram por lá.

O local foi idealizado em meados dos anos 1980 pelo empresário Bernardo de Mello Paz. Era apenas uma área particular que, aos poucos, foi se transformando em um grande museu.

Conta com 20 galerias, espalhadas em uma grande área com mais de 20 km². No caminho, os visitantes têm o privilégio de desfrutar de jardins e incríveis obras a céu aberto, além de lagos que desenham o percurso dos turistas.

Qual a história de Inhotim?

O Instituto Inhotim era uma propriedade privada que foi se transformando ao longo do tempo. Os acervos são mobilizados para o desenvolvimento de atividades sociais e educativas para os públicos de diversas faixas etárias.

O espaço é uma Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público), que tem foco na construção de várias áreas de interlocução com a comunidade do seu entorno.

Por meio de sua atuação multidisciplinar, o parque se consolida cada vez mais como um agente propulsor do desenvolvimento humano sustentável.

Qual a localização e como chegar?

O Inhotim está localizado na cidade de Brumadinho, que fica a cerca de 60 km de Belo Horizonte. Para quem vai da capital mineira, o tempo médio de viagem é de 1h30 de carro. Para quem parte do aeroporto de Confins, o tempo de viagem é de 2h de carro. Caso prefira, você também pode ir de ônibus. Existe uma linha que sai da rodoviária de BH, no centro da cidade.

O que fazer em Inhotim?

Se você for ao Inhotim, poderá percorrer mais de 20 galerias de arte que estão espalhadas junto à natureza. Na verdade, os próprios prédios já são obras de arte de tirar o fôlego. Entre as galerias, podemos destacar:

  • True Rouge;
  • Claudia Andujar;
  • Psicoativa Tunga;
  • Adriana Varejão.

Todas contam com um projeto arquitetônico diferenciado e proporcionam cenários estonteantes. Embora as obras sejam muito bonitas por fora, é no interior de cada uma que está a maior parte da riqueza do local. Assim, existe uma surpresa em cada galeria.

Também é muito importante que você fique atento às obras localizadas ao longo dos trajetos. Algumas delas se destacam bastante, como os fusquinhas de Jarbas Lopes e as vigas enterradas de Chris Burden.

Quais as rotas e tempo ideal de visita?

Basicamente, você tem três diferentes rotas para visitar. Cada uma delas é identificada por meio de uma cor e o trajeto pode ser feito a pé ou com a ajuda de carrinhos elétricos que fazem os trechos mais longos. Para aproveitar tudo com calma, você certamente precisará de mais de um dia para visitar os três trajetos.

Talvez dois dias de passeio sejam ideais para conhecer todo o complexo do Inhotim. No primeiro dia, recomendamos que você faça as rotas rosa e amarela e, no segundo dia, a rota laranja. Dessa forma, você poderá aproveitar cada espaço do local. Para tanto, lembre-se de pegar um mapa que lhe ajudará na hora em que você estiver meio perdido entre as galerias e jardins.

Afinal, entre uma galeria e outra será praticamente impossível não se perder entre os jardins. Espaços como o jardim desértico, o largo das orquídeas e o jardim veredas, por exemplo, merecem uma boa paradinha para serem apreciados.

No fim da tarde, reserve um tempo para deitar nos gramados que ficam à beira dos diversos lagos do espaço. Caso você consiga se programar com antecedência, confira a agenda de eventos e pode ser que no dia você dê a sorte de aproveitar algum festival de música.

O horário de funcionamento é de terça a sexta-feira, das 9h30 às 16h30; e aos sábados, domingos e feriados, das 9h30 às 17h30.

O Inhotim promete construir no futuro um belo complexo hoteleiro dentro das dependências do espaço. Enquanto isso não acontece, as melhores opções para quem deseja visitar o local são as hospedagens em Belo Horizonte ou os hotéis na cidade de Brumadinho, onde fica localizado o Instituto.

Quais são os melhores dias para visitar?

Entre os melhores dias para apreciar Inhotim, destacamos as seguintes particularidades:

  • terça feira — é o dia mais vazio da semana e, por isso, é ótimo para quem tem somente um dia para visitar o parque;
  • quarta-feira — é o dia que a entrada é grátis e, por isso, acaba sendo, junto com sábado, o dia mais cheio da semana. É ótimo para quem está com pouco dinheiro e não se incomoda de ir ao parque com muita gente. Geralmente, muitas escolas organizam excursões nesse dia;
  • quinta e sexta-feira — caso você tenha dois dias para visitar Inhotim, quinta e sexta são as melhores opções. Quinta é um pouco mais vazio e sexta, apesar de ser um pouco mais cheio, também é um dia tranquilo.
  • sábado e domingo — são os dias em que o parque está bastante cheio. Muita gente aproveita o final de semana para vir de outras cidades, estados e até países para visitar o local.

Quais são as dicas valiosas para aproveitar o passeio da melhor forma?

1. Use filtro solar

Essa é uma dica bastante importante. Em Inhotim, várias áreas não são cobertas e, mesmo que o dia esteja nublado, o mormaço queima bastante. É sempre importante contar com o uso do protetor solar e, assim, se proteger dos perigos da exposição ao sol.

2. Vá com roupas e calçados confortáveis

Embora o espaço conte com carrinhos disponíveis para deslocamentos, é possível se locomover a pé de forma tranquila, mas é preciso se preparar para isso. Portanto, use roupas e calçados confortáveis para que você faça suas caminhadas em trilhas e no meio da mata com as vestimentas adequadas.

Uma ótima dica é que você leve roupa de banho. Em Inhotim existe uma obra de arte em formato de piscina em que é permitido dar um mergulho. Então, aproveite!

3. Contrate carrinhos de transporte (jardineiras elétricas)

Conforme destacamos, Inhotim também conta com carrinhos de transporte. Como o espaço comporta uma área muito grande e cheia de morros, o parque oferece aos visitantes a opção de contratar os serviços de carrinhos, também conhecidos como jardineiras elétricas, que estão disponíveis em alguns pontos estratégicos do parque.

Se você não está disposto a fazer longas caminhadas, pode contratar esse serviço, que custa R$ 20.

4. Baixe o aplicativo

Uma outra dica super interessante é que Inhotim possui um aplicativo. Ele funciona como um mapa e oferece informações sobre o parque. Está disponível para Android e iOS e a recomendação é que você baixe o app ainda em sua casa.

O aplicativo precisa ser atualizado antes de começar a funcionar e isso pode demandar um certo tempo, além de exigir conexão à internet. Depois que ele for atualizado, você poderá utilizá-lo offline.

5. Leve o carregador do celular

O parque conta com internet em alguns pontos específicos, mas a rede de celular não funciona por lá. O lado bom é que você terá um tempinho para se desconectar e curtir o ambiente de forma não virtual.

No entanto, se no meio da visita a sua bateria acabar, você encontra diversos pontos com tomadas para carregar o seu celular, sua câmera fotográfica ou qualquer outro aparelho. Basta levar seu carregador.

6. Leve sua garrafinha de água

Mesmo que você se programe para parar em alguns dos restaurantes de Inhotim, vale a pena ter sua garrafinha de água e alguns lanches na bolsa. Lá você encontrará bebedouros em diversos pontos, então é muito tranquilo encher sua garrafinha.

No caso do lanche, ele pode ser essencial porque o restaurante pode ficar um pouco distante do local que você está. Apesar de ser permitido levar lanche, não pode fazer piquenique no espaço.

Em relação aos restaurantes, eles honram a fama da gastronomia mineira. Um deles é o Oiticica, que conta com uma linda vista e oferece refeições no sistema de buffet a preço fixo. Já o restaurante Tamboril oferece um buffet totalmente livre, com valor fixo.

7. Experimente as cervejas de Inhotim

A cervejaria mineira Wäls lançou alguns rótulos em homenagem aos 10 anos de Inhotim. As bebidas são encontradas em todas as lanchonetes ou nos restaurantes do espaço. Se você é um apreciador de cervejas, certamente deve experimentá-las.

8. Compre lembranças na lojinha

O parque conta com uma linda lojinha com diversos objetos assinados pelos artistas e designers que expõem no local. Os preços podem ser um pouco salgados, mas os produtos são muito bonitos e, de repente, vale a pena levar alguma coisa para casa.

9. Fique ligado nas principais atrações

Logo abaixo, destacamos algumas das atrações mais famosas do Inhotim.

Letrinhas de cerâmica

Essa é uma das atrações mais populares do parque e pode ser usada para formar nomes ou frases. Apesar disso, a verdade é que as letras são vasos para as plantas e no mesmo local você encontra sementes e acessórios de jardinagem.

Beam drop Inhotim

Essa obra foi feita de uma forma muito interessante. Um guindaste de 45 metros jogou 71 vigas que compõem a obra em uma poça de cimento. O artista Chris Burden mirou as vigas para que elas caíssem onde ele determinasse, mas acabou que o resultado foi algo impossível de controlar. Além da experiência em si, a obra rende fotos profissionais.

Cosmococa

É mais uma atração bastante popular no local e faz com que os visitantes sintam coisas muito diferentes ao mesmo tempo. É uma obra multissensorial e conta com 5 salas interativas diferentes, que os artistas chamam de quasicinemas.

Em cada sala, existe uma surpresa diferente com projeções na parede, músicas e outros itens com os quais o visitante pode interagir.

De Lama Lâmina

O visitante entra dentro de uma estufa de vidro e encontra um trator florestal bastante grande, que carrega uma árvore de plástico. É mais uma atração que é bastante concorrida e sempre chama a atenção dos visitantes.

Magic Square

Essa atração é mais uma para o visitante fazer fotos muito bonitas e diferentes. A obra precisa do sol para se concretizar, pois a luz e as sombras fazem com que as cores se modifiquem e, por isso, as paredes ficam diferentes a cada hora do dia.

Sonic Pavillion

Dentro desse pavilhão, o visitante pode ouvir sons do centro da Terra. Foi feito um furo de 200 metros de profundidade e o microfone foi instalado lá dentro. Dessa forma, os sons são reais e impressionam.

Troca troca

Os fuscas coloridos de Inhotim são bem famosos, mas poucas pessoas conhecem a história da obra. Trata-se de três fusquinhas que tiveram partes das suas latarias trocadas entre eles e, por isso, ficaram todos coloridos. Além disso, eles contam com um sistema de som em comum. Dessa forma, o que toca em um carro também toca ao mesmo tempo nos outros

Como vimos ao longo do texto, Inhotim é uma mistura incrível de museu e natureza e é um lugar para namorarpassear com a família, se divertir e ter excelentes inspirações. Tudo é feito com cuidado, capricho e carinho. É daqueles lugares que você se encanta a cada passo e é surpreendido a cada contato com a arte ou com os jardins. É quase impossível visitar e não morrer de paixão pelo local.

Se você gostou destas dicas, aproveite para conhecer uma das maiores belezas de Minas Gerais, do Brasil e do mundo. Além disso, não se esqueça de assinar nossa newsletter e receber conteúdos de viagens e passeios inesquecíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *