Carnaval em Bariloche!

Você que está pensando em fugir dos bloquinhos, ficar longe da folia de Carnaval separamos algumas dicas para curtir esse feriadão na bela região de Bariloche.

Bariloche

San Carlos de Bariloche é uma cidade conhecida pela arquitetura alpino suíça, situada ao norte da Patagônia Argentina. Envolvida por paisagens cinematográficas, como o lago Nahuel Huapi, de lindas cores, montanhas arborizadas e nevadas que fazem parte da Cordilheira dos Andes. As atividades disponíveis na cidade e o cenário natural mudam dependendo da estação em que a viagem é realizada, mas é certo que independentemente da época em que viajar, você encontrará paisagens encantadoras.

No período de verão a região de destaque é a do Lago Nahuel Huapi de origem glacial, o que explica suas águas de um intenso azul cristalino e conta com cerca de seis praias (do Centenário, do Centro, Melipal, Bonita e Serena). Lado oeste e Lado leste e sul; e o Lago Mascardi. 

Playa Centro – Lago Nahuel Huapi

Distante 25 km do centro de Bariloche, no coração do Parque Municipal Llao Llao, fica a Villa Tacul, permitindo cruzar caminhos de pouca dificuldade que levam a praias arenosas, de águas calmas ideais para mergulho, lagos e mirantes, entre florestas de bosques.

No lago Gutierrez, rodeado por bosques, pela rota 40, cerca de 15 km do centro há a praia em Villa Los Coihues, um dos destinos preferidos para banhos e suas águas calmas são boas para esportes aquáticos. 

Lago Gutierrez

Pela av. Bustillo, no km 7 há a Praia Bonita, composta por pedras brancas, águas profundas e povoadas por pequenas ilhas. Um extenso Balneário frequentado por moradores e visitados por turistas. Uma outra opção de praia é: Lago Guillelmo que tem área de banho, pesca e camping. 

Outro ponto aconselhável é, a Bahia Serena, no quilômetro 12 de Bustillo, um pequeno e tranquilo ambiente familiar com areia mais fina que proporciona uma descida ao lago. É um lugar ideal para descansar, embora seja geralmente o mais movimentado da cidade. Os turistas são atraídos pela água espelhada dos seus 200 metros de costa. 

Avançando pela avenida Bustillo, você encontra o Club Regatas na altura do quilômetro 20, onde fica a península de San Pedro, lá há um mirante e uma gruta. 

Passeio de barco para Isla Victoria – margeando o lago Nahuel Huapi, com vistas deslumbrantes no meio do caminho encontra-se um porto onde pega-se um barco para o passeio a Isla Victoria, com horários de saída 12:30 e 14:00. Outra boa pedida, saia cedo e faça uma parada no Cerro Campanário, que oferece a mais bela vista da região de Bariloche e uma das oito vistas mais impactantes do mundo, segundo a National Geographic.

Passeio de barco – Isla Victoria

Quando o assunto é a cidade de Bariloche propriamente dita um ponto de referência é o Centro Cívico, onde concentra -se edifícios governamentais, como correios, polícia, prefeitura e o Museu da Patagônia (Monumento Histórico Nacional desde 1.987 – apresenta a história da Patagônia Argentina. Tem entrada grátis e abre de sábado das 10:00 às 17:00, terça a sexta das 10:00 às 12:30 e das 14:00 às 19:00).

A partir dali saem as ruas de comércio, onde a mais importante é a R. Mitre. Lá você encontra loja de artesanato, restaurantes, aluguel de roupa de neve, roupas de frio e as maravilhosas lojas de chocolate. 

Centro Cívico

 

Para as crianças, um lugar bastante interessante é o Parque Nahuelito, cheio de réplicas de dinossauros, pista de gelo e um bar para os pais aguardarem a diversão de seus filhos. 

Se tudo isso não bastasse, a hotelaria local é bem estruturada.

Como chegar: situada a 1.600 km de Buenos Aires, com voos com duração de 2:20. 

Moeda: peso argentino, mas aceita dólar e alguns lugares o real. 

Clima: temperaturas agradáveis no verão e neve no inverno.

Principais atividades na região: caminhada, esqui, kitesurf, rafting pelo Rio Manso, caiaque, pesca esportiva, stand-up padle, trekking, montain bike, mergulho, escalada, arvorismo, cada uma depende da época de visita. Para quem gosta de uma maior aventura, voos de parapentes também faz parte dessa lista de atividades.

Gastronomia: as principais iguarias da região para degustar nos principais restaurante são: o cordeiro, truta e defumados. Outro produto tradicional é a cerveja artesanal, produzida há quase 100 anos. 

Bariloche é também a capital nacional do chocolate. Os visitantes podem percorrer as chocolaterias e ver de perto como o produto é feito, e inclusive em um museu dedicado a essa delícia. Já a Avenida Bustillo é o lugar de destaque das casas de chá e restaurantes que oferecem a cerimônia dessa infusão, acompanhada de deliciosos doces, pães caseiros e bolos.

Outra dica bastante importante é alugar um carro para se locomover, já que alguns pontos encontram -se distantes um dos outros.